• Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

 

News Motivacional Nº 567 PDF Imprimir E-mail
         

I Parte: Quais os tipos de vendedores que encontramos numa empresa...

Não existe negócios, empreendimentos, empresas de sucesso, existe sim PESSOAS que fazem dos seus negócios um sucesso.

Segundo Tom Hopkins, existem alguns tipos de vendedores que impedem e outros que sempre alcançam seus objetivos. Veja esses exemplos:

Analítico: esse tipo de vendedor gosta mais de analisar e manter em dia suas estatísticas de vendas do que vender. Ele tem mapas, gráficos, objetivos a serem atingidos. Geralmente, é muito organizado e atualizado em relação aos programas de incentivo. Orgulha-se de todo seu trabalho de análise e ficará feliz em mostrá-lo a você. Tenha cuidado, entretanto, em não se deixar envolver em análises de suas vendas durante as horas em que estiver realmente vendendo. A análise profunda de nossa atividade é excelente, mas consome muito tempo. A menos que esse vendedor seja um dos vendedores de primeira linha na empresa, deixe-o saber que você aprecia suas qualidades, mas dedique suas melhores horas do dia às pessoas a quem pode realmente vender seus produtos ou serviços.

Esconde-esconde: pode ser encontrado na maioria das empresas. É uma pessoa ótima, mas não luta para atingir níveis de excelência. Vende o suficiente para não perder o emprego. Se fizer uma grande venda este mês, pode apostar que vai vender menos no mês seguinte. Em vez de se dedicar a vender mais, passa boa parte de seu tempo em cinemas, lendo, levando seu carro para consertar ou fazendo qualquer outra coisa não produtiva. Se seu objetivo é ser um vendedor de primeiro nível dentro da empresa, não estreite sua amizade com o esconde-esconde. A coisa que ele mais quer ter é uma companhia para passar o tempo, qualquer outra pessoa que não seja seu cliente.

Compartilhe no Facebook
  

Vídeo Dica: Liderança

Descobrindo algo encantador...

De acordo com a lenda, um imperador chinês disse certa vez à sua esposa: “Tenho notado que nossas amoreiras estão se estragando. Gostaria que você descobrisse o que está acontecendo de errado”.

A imperatriz descobriu que uma pequena traça de cor parda estava pondo ovos nas folhas. Os minúsculos ovos eram chocados e se transformavam em larvas que, em poucos dias, teciam casulos e afetavam as folhas.

Imaginando que pudesse destruir os pequeninos casulos, ela mergulhou um deles num vaso de água fervente. Para sua surpresa, o casulo começou vagarosamente a se desenrolar e formar um fio prateado. Após uma nova inspeção, ela verificou que o fio chegava a uma distância de 800 metros!

Assim, através do processo de resolver um problema, ela descobriu algo deslumbrante – a seda.

Compartilhe no Facebook

Quanto à autoria das mensagens:
Estas mensagens foram, na sua maioria, enviadas por leitores ou coletadas na internet

 

Facebook